Terça-feira, 30 de Junho de 2009

A minha vida é um barco abandonado

 

A minha vida é um barco abandonado

A minha vida é um barco abandonado
Infiel, no ermo porto, ao seu destino.
Por que não ergue ferro e segue o atino
De navegar, casado com o seu fado ?
Ah! falta quem o lance ao mar, e alado
Torne seu vulto em velas; peregrino
Frescor de afastamento, no divino
Amplexo da manhã, puro e salgado.

Morto corpo da ação sem vontade
Que o viva, vulto estéril de viver,
Boiando à tona inútil da saudade.

Os limos esverdeiam tua quilha,
O vento embala-te sem te mover,
E é para além do mar a ansiada Ilha.
 

Fernando Pessoa

 

sinto-me:

publicado por mokala às 23:26
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Othawene timpuanhia apaje...

. O que tenho de mar

. Que Mar é este.

. Maria sem vergonha - A mi...

. Até amanhã

. Ó minha Ilha de Moçambiqu...

. Nacala

. Cheiro de mato

. Na terra vermelha da min...

. mar que eu encontro de en...

.arquivos

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.as nossas fotos - Obrigada à Paulinha e à Dalila minhas companheiras de viagem que me autorizaram a usar aqui as fotos delas.BJKS

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds