Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2012

Nacala

 

NACALA

Ali, que Deus gigante e luminoso
salpicou de estrelas a baía?
Ali, onde buscava o meu repouso,
no mar bebendo o sonho e a fantasia!

Dos cantos ao luar, do sol radioso,
do bruhaha do cais, da maresia,
guardo no peito amargo e desditoso
esta minha sofrida nostalgia.

Vindas de lendas antigas e singelas,
nas nuvens, nos vapores, transmudadas
eu via rutilantes caravelas.

Que eu sabia de moiras encantadas
e sabia o segredo das estrelas
nas águas da baía semeadas.

 

Abdul Cadre


publicado por mokala às 16:43
link do post | comentar | favorito
|

Cheiro de mato

 
Que cheirinho bom!!!!
 
Cheiro de mato


Cheiro de mato
Ar puro
Límpido

Lugar aquele
Aquele que faz a alma sair do corpo
Aquele que faz sorrir como criança
Aquele que faz saudar a natureza
Aquele que faz sonhar infinidades
Aquele que faz ser, somente ser cheiro de mato

Dalila Veiga

publicado por mokala às 01:22
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012

Na terra vermelha da minha infância

Monapo
 
Na terra vermelha 
da minha infância
encontro as ruínas
do casarão,
o pilão deitado
e o moedor de café
corroído, em pé.
Encontro a seringueira
de multibraços
emborrachados,
abraçando a pequenez
do mundo...

Na terra vermelha
da minha infância
olho enternecido
para a velha paineira
ainda imponente,
soltando nas asas do vento
réstias de painas,
nuvens para o céu.

Na terra vermelha
da minha infância
sento no galho mais alto
do pé de manga...
E ainda sinto
o cheiro do banho,
do sabão de pitanga
escorrendo pelo corpo
da mocinha,
vindo da janela
da miragem ao lado.

Na terra vermelha
da minha infância
planto para sempre
meus pensamentos,
o que complicam
como reflexão...
Planto minha saudade!
E colho de dentro de mim
em qualquer momento
hora ou tempo,
o único alimento
que me mantém vivo...

Edilson José in Luso Poemas

publicado por mokala às 01:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Othawene timpuanhia apaje...

. O que tenho de mar

. Que Mar é este.

. Maria sem vergonha - A mi...

. Até amanhã

. Ó minha Ilha de Moçambiqu...

. Nacala

. Cheiro de mato

. Na terra vermelha da min...

. mar que eu encontro de en...

.arquivos

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.as nossas fotos - Obrigada à Paulinha e à Dalila minhas companheiras de viagem que me autorizaram a usar aqui as fotos delas.BJKS

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds